Câmara de Vereadores de Campos aprovou na sessão ordinária desta quarta-feira (14) o projeto que proíbe aplicativos de transporte de passageiros, como o Uber de operar na cidade.

“Nem tudo o que é novo é bom. Tem o novo que é construtivo, mas tem outros que não são. Acredito que qualquer tipo de serviço para ser prestado à comunidade tem que estar inserido na legislação municipal. Peço aos nobres colegas que sejam solidários ao projeto que proíbe a inserção deste modal de transporte representado pelo Uber em nossa cidade até que o mesmo seja regularizado”, disse o vereador  José Carlos Monteiro (PSDC), autor do projeto.

A matéria foi aprovada por maioria, com abstenção dos vereadores Nildo Cardoso (DEM), Alexandre Tadeu (PRP) e Auxiliadora Freitas (PHS).

“Sou a favor da liberdade de escolha do usuário, mas desde que o Uber venha para competir de igual para igual com os taxis. Por enquanto essa competição é desigual porque os taxistas pagam uma série de taxas e impostos que anda não incidem sobre o Uber”, disse Tadeu, ao justificar a abstenção.

Nildo Cardoso justificou sua abstenção alegando que o transporte irregular já existe em Campos. “Basta observar a Beira-Rio. O que não temos é fiscalização”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *