Oportunidades são para vários níveis de escolaridade.
Vagas são para professor, advogado, agente de vendas e outras áreas.

O Balcão de Empregos de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, está com 885 vagas nesta segunda-feira (10). São oportunidades para homens e mulheres com ensino fundamental, médio, técnico e superior, como agente de vendas, bombeiro hidráulico, camareira, profissionais com especialização técnica, professor, advogado, entre outras.

As vagas estão disponibilizadas aqui e também na sede do Balcão de Empregos, localizado à Avenida 28 de Março, 533, esquina com a Avenida José Alves de Azevedo (Beira Valão). Os interessados devem se dirigir à sede do Balcão de Empregos, levando carteira de trabalho e currículo. Os currículos também podem ser confeccionados por funcionários do Balcão, no momento do atendimento.

Dezembro
Em dezembro de 2013, o emprego na indústria caiu 0,3% na comparação com novembro.

Em relação ao mesmo período de 2012, o emprego industrial recuou 1,7%, a 27ª queda consecutiva nesse tipo de comparação, e a maior desde setembro de 2012, quando o indicador recuou 1,9%.

Dos 14 locais pesquisados, houve queda em 12. Os destaques negativos partiram de São Paulo (-2,4%) e da Região Nordeste (-3,1%).  Na outra ponta, registraram taxas positivas a Região Norte e Centro-Oeste (1,6%) e Santa Catarina (0,4%).

Horas pagas
Em dezembro de 2013, o número de horas pagas aos trabalhadores da indústria não mostrou variação na comparação com novembro. Frente ao mesmo período de 2012, a baixa foi de 2,1%. Foram registradas taxas negativas em 10 locais dos 14 pesquisados e em 15 dos 18 ramos avaliados. Os destaques negativos partiram de produtos de metal (-6,3%) e máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (-6%).

No ano de 2013, esse indicador registrou queda de 1,3%, abaixo do resultado de 2012, quando o recuo foi de 1,9%. Houve queda em 11 dos 18 setores pesquisados. Os impactos negativos mais relevantes sobre a indústria partiram de calçados e couro (-7%), máquinas e equipamentos (-3%), outros produtos da indústria de transformação (-4,3%), produtos têxteis (-4,5%), produtos de metal (-3,1%) e vestuário (-2,8%).

Dos locais pesquisados, 11 mostraram taxas negativas, com destaque para a baixa de 4,6% da Região Nordeste, da queda de 0,9% de São Paulo e do recuo de 2,6% do Rio Grande do Sul.

Salários
O salário dos trabalhadores da indústria diminuiu 0,7% em dezembro frente a novembro, depois de crescer 2,7% em novembro. A influência negativa partiu do setor extrativo (-3,1%).

Na comparação de dezembro com o mesmo mês de 2012, a queda dos salários foi maior, de 2,9%. Houve recuos em 12 dos 14 locais investigados, com o principal impacto negativo partindo de São Paulo (-3,3%), e em 16 dos 18 ramos investigados.

No índice acumulado do ano passado, houve avanço nos salários dos trabalhadores da indústria de 1,2% frente a igual período de 2012. As taxas foram positivas em 10 locais, com a maior contribuição partindo de São Paulo (1%), e em 11 das 18 atividades, com a maior influência partindo de alimentos e bebidas (3,1%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *