A partir de dezembro, os cigarros podem ficar até 20% mais caros.

Goveno decidiu aumentar o imposto sobre o cigarro, para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a medida do governo de aumentar a carga tributária sobre o cigarro vai colaborar para a redução do número de fumantes no país. Quando questionado se os recursos desses impostos terão como destino os cofres da Saúde, ele declarou que o destino da verba ainda esta em discussão.

Porém, esclarece que o objetivo do preço mais elevado é acabar desestimulando o hábito de fumar. O intuito é que cada vez menos brasileiros comprem cigarro e fumem, pois atualmente cerca de 15%  dos brasileiros fumam.

A partir de dezembro, os cigarros podem ficar até 20% mais caros por causa nas novas alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) estipuladas pelo governo federal. O reajuste deve chegar a 12%, em 2013; a 13%, em 2014; e a 10%, em 2015. A Receita Federal prevê que a arrecadação passará dos atuais R$ 3,7 bilhões anuais para R$ 7,7 bilhões a partir de 2015.

O governo definiu também preços mínimos para a venda do maço de cigarro. De 1º de dezembro de 2011 a 31 de dezembro de 2012, a embalagem não poderá ser vendida por menos de R$ 3. O valor sobe para R$ 3,50 em 2013; R$ 4, em 2014; e R$ 4,50, em 2015. Na próxima terça-feira (29/08), é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Fumo.Viva mais, não fume.

VISITE SEMPRE: http://fabriciolirio.com.br/    Pesquisas: Ururau

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *