Agência também proíbe mais dois lotes de suplemento whey protein

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou, nesta quinta-feira (20/03), a suspensão da fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e uso, em todo o país, de todos os produtos saneantes fabricados pela empresa Pequimica do Brasil Indústria e Comércio Ltda.

A empresa continua fabricando saneantes mesmo após os produtos serem interditados em 10 de abril de 2013, por apresentarem deficiências em seu sistema de qualidade. A determinação é de que sejam recolhidos do mercado todos os produtos fabricados após 10/04/2013.

Os medicamentos Removex e Amendorio, ambos do lote R1304299, também foram suspensos pela Anvisa. A empresa Indústria Farmacêutica Rioquímica Ltda, fabricante dos dois medicamentos, informou que foi encontrado no mercado o lote R1304299 do medicamento Removex rotulado como Amendorio.

Também foi suspenso o produto Alvejante Verão, fabricado por Fernando Buhler – Me. O saneante estava sendo comercializado sem estar regulado na Anvisa e o fabricante também não possui autorização de funcionamento na Agência.

INTERDIÇÃO CAUTELAR

A Agência interditou cautelarmente, pelo prazo de 90 dias, o lote 030713 do produto Shampoo Kids sem lágrimas, marca Palmolive – Naturals. O lote foi fabricado pela empresa Colgate – Palmolive Industrial Ltda e possui validade até 07/2016. O produto apresentou resultado insatisfatório no ensaio de determinação de pH. Os demais lotes do shampoo estão liberados.

Confira todas as resoluções no Diário Oficial da União.

ANVISA PROÍBE MAIS DOIS LOTES DE SUPLEMENTO WHEY PROTEIN

A Anvisa proibiu, nessa quarta-feira (19/03), a distribuição e a comercialização, em todo o país, do lote 156/12 do suplemento proteico para atletas, marca 100% Whey Protein e do lote 857 do suplemento marca 100% Whey Protein Top Fuel. Ambos os lotes foram fabricados pela empresa Vulgo Suplementos Indústria de Alimentos Ltda em 12/2012 e possuem validade até 12/2014. Os dois lotes apresentaram quantidade de carboidratos superior, em mais de 20%, ao valor declarado no rótulo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *