Missão de peregrina

Thaís Tostes
Fotos: Genilson Pessanha

Campos acaba de ganhar mais uma imagem religiosa que, dentro de algum tempo, pode até integrar o Inventário da Arte Sacra Fluminense (www.artesacrafluminense.gov.br), catálogo feito pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac). Uma imagem de Nossa Senhora de Fátima foi doada, por uma família campista (que preferiu o anonimato), ao Grupo de Oração Jesus Príncipe da Paz, que é vinculado à Paróquia São Benedito, na cidade.

A imagem da santa foi recebida, na noite de segunda-feira (25), na Paróquia, por centenas de pessoas, que vieram de várias cidades da região para participarem da coroação da santa e de louvores. A réplica de Nossa Senhora de Fátima já chega com uma missão maior, será a peregrina na cidade.

Até então, a informação que circulava pela cidade era de que a imagem provinha de Portugal. Mas, segundo o coordenador do Grupo de Oração, Alcinélio Figueiredo, apenas a matéria-prima da imagem (resina e outros itens) tem Portugal como origem. A santa, que ganhou arranjos feitos com margaridas e rosas, pertencia ao acervo pessoal da família campista.

— Na última sexta-feira, o bispo Dom Roberto Francisco Ferrería Paz abençoou a santa e quem a está acolhendo na Paróquia é o padre Walace Azevedo. Essa imagem tem a Paróquia São Benedito como ponto fixo, mas ela vai percorrer espaços onde vivem pessoas enfermas e outros locais. Ela vai circular por Campos — comentou Alcinélio, informando que o evento de segunda também foi feito como uma espécie de réplica das celebrações que acontecem em Fátima, cidade de Portugal.

Ferrería Paz afirmou que a imagem de Nossa Senhora de Fátima antecede um período importante para a tradição religiosa cristã católica.

— Em 2017, será celebrado o centenário das aparições de Nossa Senhora de Fátima. Além disso, o ano representará o tricentenário do aparecimento de Nossa Senhora Aparecida nas águas do Rio Paraíba do Sul. Será em 2017, também, quando o Papa Francisco visitará o Brasil. Já estamos comemorando tudo isso — comentou o bispo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *