Protesto, servidores municipais realizam carreata em Campos

Alexandre Bastos 
e Dulcides Netto
Fotos: Valmir Oliveira e Dulcides Netto 

Vestidos de preto, representando luto, com apitos e narizes de palhaço cerca de 150 servidores municipais de Campos seguiram em carreata pelas ruas do município no final da tarde de terça-feira (5), contra o corte de seus direitos trabalhistas. Os servidores organizaram a manifestação após a Câmara de Campos aprovar a implantação do Plano de Cargos e Salários, sob a condição de a Prefeitura não precisar dar o reajuste salarial. O protesto, que teve início na avenida Arthur Bernardes, terminou na Câmara, onde encontraram as portas fechadas. Os vereadores, que em um determinado momento chegaram a ser pressionados e ouviram gritos de “traíras, traíras”, receberam um grupo formado por 10 servidores. Nesta quarta-feira (5), os servidores devem se reunir novamente com os vereadores na Casa de Leis, na Tribuna Livre, e serão ouvidas as reivindicações dos funcionários e deverá ser decidida uma solução para a categoria.

Após gritos e palavras de ordem, dez pessoas que estavam na manifestação em frente à Câmara foram chamadas para uma reunião com os vereadores. Durante o encontro, os servidores consternaram as suas reivindicações e os profissionais da educação reclamaram da falta de reajuste anual dos salários condicionada à aprovação do Plano de Cargos e alegaram insatisfação dos professores, diretores e vice-diretores que teriam que se desdobrar para acumular funções, como de porteiros e serventes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *