Detro intervém nas linhas da Campostur: serviço será realizado pelas empresas Brasil e 1001

As mudanças terão início a partir da 0h de 18 de dezembro

Conforme publicado no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, desta quinta-feira (14/12), o Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) determinou a intervenção das linhas operadas pela empresa Sanjoanense Campostur. Além do não cumprimento às solicitações do órgão para regularização dos problemas operacionais e irregularidades apresentadas pela empresa, a medida deve-se também às constantes reclamações quanto à qualidade dos serviços prestados aos usuários, referentes ao mau estado de conservação dos veículos, descumprimento de horários e falta de ônibus.

A partir da 0h do próximo sábado (18/12), as 10 linhas operadas pela Campostur passam a ser operadas pelas empresas: Brasil Transporte e Turismo e Auto Viação 1001.

A empresa Brasil passa a operar as linhas: N455 Campos – Papagaio (via Jacaré); N450 Campos – Grussai (via Lagoa); N445 Campos – Venda Nova e N435 Água Preta – Campos.

Já a Auto viação 1001 assume as linhas: N430 Atafona – Campos; N156 Campos – São João da Barra; N456 Barcelos – Campos; S/N Atafona – Campos; N440 Barra do Açu – Campos e N441 Barra do Açu – Campos (via Baixa Grande).

A intervenção acontecerá em caráter emergencial pelo prazo de 365 dias. Durante este prazo, se a Sanjoanense Campostur regularizar toda a situação demandada pela Autarquia, a decisão poderá ser reavaliada. Caso não consiga, a empresa poderá perder a concessão das linhas em definitivo.

Fonte: Campos24h

4º Festival de Economia Solidária de Campos

São 20 tendas instaladas na Praça São Salvador

Começou na manhã desta quinta-feira (14), o 4º Festival de Economia Solidária, na Praça do Santíssimo São Salvador. São 20 tendas instaladas na Praça e, dentre elas, a da “Agroecologia”, que levou vários produtos de qualidade da Agricultura Familiar, para comercialização, como: espinafre, saião, cana-de-açúcar, aroeira, ovos da roça, milhos. O evento prossegue até sábado (16).

Para a dona de casa Edir Ribeiro de 77 anos, eventos como esse faz toda a diferença com tendas de agricultura familiar. “É muito bom encontrar uma tenda como essa, onde você pode achar produtos sem agrotóxicos. Eu já reparei que os alimentos são bem mais bonitos, não estão passados e são muito saborosos, ótimos para a nossa saúde”, disse.

Segundo a coordenadora do Fórum, Simone Gonçalves, a Feira da Agroecologia além de participar do Festival, funciona todas as quintas-feiras, a partir das 8h, na Avenida Pelinca, em frente ao Quartel do Chopp.

— É de extrema importância esse trabalho que ajuda a fomentar a agricultura familiar dos quatro assentamentos, através das vendas de seus produtos sem agrotóxicos. Durante o Festival, a única tenda que não tem o horário estendido é a Agroecologia, funcionando das 8h às 14h, para manter a qualidade do produto — informou Simone.

O evento é uma parceria dos segmentos produtivos envolvidos, com o Artesanato, a Agricultura Familiar, a Culinária, com destaque para os diversos tipos de doces e as cooperativas de reciclagem, apoio da Prefeitura de Campos, através da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca). Haverá ainda shows de variados gêneros.

O evento terá destaque também para as atividades no Museu Histórico, com o lançamento do Programa Aval Solidário, com créditos em condições especiais para a Economia Solidária, Palestra do Microcrédito, Plenária na sexta-feira (15) em comemoração ao Dia Nacional da Economia Solidária, além de diversas atrações musicais na praça, nos três dias.

Fonte: Campos24h

Saúde convoca beneficiários do Bolsa Família para pesagem

O Departamento de Nutrição da secretaria municipal de Saúde está fazendo a última chamada as famílias cadastradas no programa federal Bolsa Família que ainda não compareceram para pesagem após o mês de julho.

De acordo com a coordenadora do departamento, a nutricionista Carla Tripari, as famílias terão até o próximo dia 22 para se dirigirem a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para atualização dos dados.

“No município, estamos acompanhando atualmente a cerca de 30 mil famílias cadastradas no programa. Estamos aguardando os cadastrados beneficiários com crianças de até 8 anos de idade e as famílias beneficiárias com gestantes”, ressaltou.

Na avaliação, os cadastrados devem levar o cartão do Bolsa Família, a caderneta de vacina da criança e a caderneta de gestante

Fonte: Ururau

Fiscalização do IMTT apreende van, carros de passeio e detém motoristas

O trabalho de fiscalização aconteceu na segunda e terça-feira

Uma nova fiscalização do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte de Campos (IMTT), iniciada na segunda-feira (11) à noite, se estendendo até terça-feira (12), resultou na apreensão de uma Van, em Guarus, e um carro de lotada, na avenida XV de Novembro, no Centro. Além disso, dois motoristas que realizavam transporte irregular de passageiros foram detidos e depois liberados.

A van foi apreendida em frente ao Atacadão, em Guarus, na segunda-feira. O motorista do carro de lotada chegou a furar o bloqueio, mas foi alcançado pela polícia militar na avenida Presidente Vargas, na Pecuária. Além da PM, as fiscalizações do IMTT acontecem em parceria com a Guarda Civil Municipal (GCM) e o Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro (Detro-RJ).

De acordo com o presidente do IMTT, Renato Siqueira, os motoristas foram enquadrados no artigo 47 da Lei de Contravenções Penais (LCP), que prevê prisão de 15 dias a um mês e multa para quem exercer profissão ou atividade econômica, ou anunciar que a exerce, sem preencher as condições a que, por lei, está subordinado o seu exercício. Porém, ambos assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foram liberados.

Ainda segundo Renato Siqueira, o trabalho para reprimir o transporte irregular de passageiros em Campos terá continuidade. “As operações estão em sua terceira fase, que consiste exatamente em fazer o encaminhamento dos infratores à Delegacia de Polícia para registro da ocorrência. Consequentemente, os veículos que também são conduzidos à delegacia, são encaminhados para o Pátio Norte”, destacou.

Fonte: Campos24h

Anvisa aprova vacinação em farmácias

Regulamentação deve ser publicada no Diário Oficial nos próximos dias. Serviço já era regulamentado em estados como São Paulo e Minas Gerais e passa a valer para todo o país.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (12) uma nova resolução que permite que qualquer estabelecimento de saúde faça vacinação, incluindo farmácias e drogarias. A regulamentação da medida deverá ser publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias.

A decisão foi tomada pela Diretoria Colegiada da instituição. Segundo nota publicada pela agência, “a norma dá ao setor mais clareza e segurança jurídica”. A fiscalização ficará a cargo das vigilâncias sanitárias das secretarias estaduais e municipais de saúde.

Ainda segundo a Anvisa, haverá uma identificação clara dos locais que oferecem a vacinação de acordo com os requisitos de qualidade e segurança exigidos.

A proposta passou por uma consulta pública, em maio deste ano. Na época, o texto submetido à consulta não mencionava as farmácias especificamente, mas abria a possibilidade ao não limitar o serviço de aplicação de vacinas às clínicas.

A nova regra estabelece como deve ser a estrutura física do estabelecimento que aplicará a vacina e determina que as vacinas que não estão contempladas pelo Programa Nacional de Vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) somente poderão ser aplicadas mediante prescrição médica.

Veja alguns dos requisitos para os estabelecimentos que querem oferecer a vacinação:

  • Licenciamento e inscrição
  • Responsável técnico no local
  • Ter um profissional legalmente habilitado para o procedimento
  • Capacitação permanente dos profissionais
  • Ter instalações adequadas para atendimento e conservação das vacinas
  • Garantia dos procedimentos de transporte para preservar a qualidade das vacinas

O serviço já era regulamentado em alguns estados, como São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais, além da cidade de Brasília.

Fonte: G1

Fiscais da Vigilância apreendem 700 kg de carne clandestina no Farol

Além disso, dois açougues na praia de Farol de São Thomé também foram interditados na mesma operação sanitária

Fiscais da Defesa Agropecuária Estadual e da Vigilância Sanitária Municipal deflagraram na manhã desta terça-feira (11) a Operação Pharos, em Campos. O objetivo da operação foi fiscalizar o comércio de carne clandestina em açougues no Farol de São Thomé, litoral campista. Nesta época de final de ano, em função principalmente das férias escolares e recessos, ocorre aumento considerável do número de pessoas que frequentam o litoral, sendo imprescindível a intensificação da fiscalização higiênico-sanitária dos alimentos comercializados neste local.

Carne clandestina é toda aquela proveniente de abate clandestino, isto é, o abate de animais realizado sem autorização, sem fiscalização, em locais inadequados e sem nenhuma higiene. Somente é permitido o comércio de carne proveniente de matadouros legalizados e registrados no Serviço Oficial de Inspeção Sanitária (SIM, SIE ou SIF), garantindo que o alimento tenha passado por inspeção sanitária e não represente risco de transmissão de doenças aos consumidores. A comprovação de origem de toda carne comercializada deve ser atestada mediante apresentação da nota fiscal de compra, indicando o matadouro onde foi efetuado o abate.

Durante a operação foram autuados dois açougues, localizados na Av. Boa Vista, e apreendidos cerca de 700 Kg de alimentos impróprios ao consumo que serão destruídos ante o risco iminente ao consumo. Os autuados podem ainda sofrer sanções criminais.

A operação continuará durante todo o verão. Além dos açougues localizados no Farol de São Thomé, também serão fiscalizados todos os açougues da baixada campista.

Fonte: Campos24h

Rio Paraíba do Sul vai receber mutirão de limpeza na próxima quinta-feira

Nesta quinta-feira (14/12), a Fundação Municipal da infância e da Juventude (FMIJ), a empresa Corbion e o projeto Rema Campos vão realizar um mutirão de limpeza no Rio Paraíba do Sul, a partir das 7h30, para alertar a população sobre a importância da preservação. O material recolhido será doado a uma associação de catadores para ser comercializado.

A concentração será no Cais da Lapa. Um grupo fará a coleta do material poluidor na água e outro à margem do Rio. A proposta é de que se faça o monitoramento desde a altura da Ponte Leonel Brizola até a comunidade Tira Gosto.

Segundo a diretora de Programas para a Infância e Adolescência da FMIJ, Amanda Barreto, a iniciativa do mutirão partiu da Corbion. 

“A empresa é uma grande parceira da Fundação e já sinalizou a intenção de que a partir do ano que vem o nosso calendário ecológico seja integrado. Estaremos juntos em mais ações ambientais, que tanto agregam e sensibilizam as nossas crianças”, adiantou Amanda.

A analista ambiental da Corbion, Josélia Dutra, revelou que no mutirão realizado em 2016, foram retirados 180 pneus da margem do Paraíba. 

“O volume de lixo jogado no Paraíba ainda é muito grande. A ideia é levar informação às crianças e adolescentes para que eles sejam multiplicadores delas e consigam sensibilizar familiares e vizinhos sobre as questões socioambientais”, informou a especialista.

Fonte: Ururau

Grupo de Emergência em Alagamentos em ação nas áreas críticas

Segundo a Defesa Civil, foram 42,8mm de chuva no final de semana. Para esta semana, a previsão é de quatro a 10 milímetros

O Grupo de Emergência em Alagamentos, criado pelo prefeito Rafael Diniz com o objetivo de solucionar e evitar transtornos causados pelas chuvas em pontos críticos da cidade, realizou ações neste fim de semana nos dois principais locais de vulnerabilidade. A Coordenadoria Municipal da Defesa Civil, junto à Empresa Municipal de Habilitação (Emhab), voltou as atenções para a Rua Rocha Leão, altura do Posto Ilha, e o bairro de Custodópolis, no campo do Grêmio.30

De acordo com o diretor executivo da Defesa Civil, Major Edison Pessanha, o trabalho foi realizado entre as noites de sexta (8) e sábado (9), com caminhões e motobomba.

— Na Rocha Leão, foram quatro caminhões da Emhab retirando água, trabalhando durante a noite de sexta. No campo do Grêmio, 20 horas de atuação com a motobomba da Defesa Civil, mobilizando seis agentes entre a noite de sexta, e às 18h de sábado, retirando cerca de 600 mil litros de água — explicou.

Ainda segundo a Defesa Civil, foram 42,8mm de chuva no final de semana. Para esta semana, a previsão é de quatro a 10 milímetros.

Fonte: Campos24h

Polícia tenta identificar mulher que ataca com seringa no Centro

A 134ª Delegacia de Polícia (Centro) procura a mulher que estaria atacando pessoas na área central de Campos com um objeto perfurocortante. Conforme informações da DP, policiais tentam identificar a mulher desde a noite sábado (9), quando uma vítima registrou o ataque, que teria sofrido na mesma noite, em frente ao Hospital Plantadores de Cana, quando descia de uma van. Na última sexta-feira (8), áudios foram repassados em redes sociais, relatando o ataque de uma mulher com blusa azul de capuz.

Em um áudio, um funcionário de um hospital relata o atendimento de três vítimas da mulher, alertando sobre a situação. Em outro, uma funcionária de uma escola diz ter sido informada de outro ataque. A Polícia Civil ainda não tem informações sobre o objetivo do ataque. Até a manhã desta segunda-feira (11), não houve novas queixas relacionadas ao caso. A polícia pede que outras vítimas ou qualquer pessoa que puder ajudar na localização da suspeita comparecem a 134ª DP.

O delegado adjunto da 134ª Delegacia de Polícia (Centro), Pedro Emílio, se posicionou sobre o caso. 

“Estamos no primeiro dia de investigação, com muitas diligências para fazer. Estamos procedendo a apuração de outros casos. Existe a notícia de outros fatos semelhantes e estamos apurando em que circunstâncias esses fatos teriam ocorrido ou se realmente ocorreram. Estamos buscando novas vítimas e vamos seguir investigando. Não há necessidade de pânico. A gente sabe que embora seja uma lenda urbana famosa, a chance de contaminação com o HIV é extremamente reduzida. Todos podem ficar tranquilos, mas atentos. Esperamos em breve chegar a um resultado satisfatório”, disse. 

Ataque registrado – O único ataque da “mulher da seringa” registrado na delegacia aconteceu no sábado (9), por volta das 18h30. A vítima desceu em ponto de van quando a suspeita, que vestia uma blusa com capuz azul, a furou com uma agulha, fugindo em seguida. A Polícia Militar conduziu a jovem à 134ª Delegacia de Polícia (Campos-Centro), para registrar a ocorrência. Os militares informaram aos policiais civis que, na sexta-feira, abordaram uma moradora de rua com as mesmas características descritas pela jovem, que foi encaminhada ao hospital para ser medicada.

Fonte: Folha da Manhã

Mulher vai à delegacia após ser atacada com seringa no Centro

Uma jovem de 28 anos foi atacada por uma mulher com objeto perfurocortante na área central de Campos. O caso aconteceu no início da noite desse sábado (9), em frente ao Hospital Plantadores de Cana, após a vítima sair de uma van. A informação foi confirmada pela Polícia Civil. Na última sexta-feira (8), um áudio foi veiculado em redes sociais. Nele, um homem, que se identificou como médico, alertava a população em relação a possíveis ataques com seringas, que estariam sendo praticados em pontos centrais do município.

Por volta das 18h30 desse sábado, a vítima desceu do veículo quando a suspeita, que vestia uma blusa com capuz azul, passou por trás e a furou com uma agulha, fugindo em seguida. A Polícia Militar conduziu a vítima à 134ª Delegacia de Polícia (Campos-Centro) para registrar a ocorrência. Os militares informaram aos policiais civis que, na sexta-feira, abordaram uma moradora de rua com as mesmas características descritas pela jovem, que foi encaminhada ao hospital para ser medicada.

A Polícia Civil não tem informações sobre a natureza do objetivo utilizado no ataque. Quem puder auxiliar nas buscas pode comparecer à 134ª DP. Outras vítimas também devem ir à delegacia do Centro para fornecer dados que possam ajudar na localização da suspeita.

Divulgação na internet – Na última sexta-feira, um áudio foi compartilhado em redes sociais com informações sobre casos semelhantes. Um homem, que se identificou como médico de um hospital particular do município, relatou que uma idosa deu entrada na unidade após ser atacada por uma mulher supostamente contaminada pelo vírus HIV. “Por mais que a chance de contaminação seja pequena, a paciente chegou aqui com um corte no braço provocado por uma agulha”, destacou o homem.

Até a manhã deste domingo (10), somente uma vítima havia comparecido à delegacia para registrar o ataque.

Fonte: Folha da Manhã